Publicidade

Jair Pedri. Corretor Imobiliário e militante partidário

POLÍTICA EM JARAGUÁ DO SUL há 2 meses

Corretor de imóveis, incentivado pelo pai a ingressar na vida política, ele saiu do anonimato para se tornar o recordista de votos a vereador em Jaraguá do Sul nas eleições de 2012 e tem no seu trabalho social a realização de um sonho.

Fé, família e amigos. Estes são os principais pilares da vida de Jair Pedri, jaraguaense nato, que recém completou 50 anos. Paizão dedicado aos filhos Eduardi, Alarico Neto e Isabella, aprendeu com seu saudoso pai Alarico a gostar da política e tem sua mãe Jandira como conselheira. Seu grande objetivo pessoal é deixar aos filhos um legado de luta e trabalho por uma sociedade mais humana, livre de preconceitos, desigualdades e exclusões.    

Corretor imobiliário por profissão e militante partidário desde jovem, acabou convidado a ingressar na administração pública, e, foi justamente nos atendimentos realizados aos munícipes que o procuravam, buscando auxílio das mais diferentes naturezas, que Jair conheceu um pouco das dificuldades escondidas por detrás de uma cidade que, aparentemente, não tem muitos problemas sociais. “A convivência diária com as pessoas e seus problemas me fez acreditar que eu poderia fazer algo mais, principalmente por aqueles que não tiveram a sorte ou a oportunidade de ter uma vida minimamente estável. Foi com esse pensamento que comecei a construir um projeto político e também social”, afirma Pedri.


Em 2008, Jair disputou a primeira eleição e, com um voto de diferença para o segundo colocado, deixou de ser vereador. Em 2012, com a marca de 4.187 votos, tornou-se o vereador com a maior votação da história do Poder Legislativo jaraguaense. “Até hoje me perguntam qual o segredo para fazer uma votação tão expressiva. Respondo que não alcancei nada sozinho. Minha família, e, principalmente, meus amigos, foram e sempre serão um braço e uma perna das minhas conquistas”, diz Jair.

E por falar em família, a advogada Scheila Spézia, esposa de Jair há 9 anos, é apoiadora incondicional do trabalho do marido. Em 2013, já no início do mandato de Jair como vereador, foi ela quem o ajudou a “dar vida” à tão sonhada Sala Amarela, um escritório comunitário localizado no bairro Nova Brasília, pelo qual já passaram mais de 5.000 famílias que receberam algum tipo de atendimento, orientação ou auxílio. “Eu ouvia tanto as pessoas dizerem que os políticos somem depois que se elegem, que a Sala Amarela, além de ser um lugar onde qualquer cidadão que desejasse falar com o vereador me encontraria, seria também um espaço onde eu realizaria o sonho de promover ações sociais voltadas às crianças e às famílias carentes. E deu certo”, declarou Jair.

A derrota nas eleições de 2016 para o atual prefeito afastou Jair Pedri do cenário político municipal, mas não de seu escritório comunitário. Dividindo seu tempo entre Jaraguá do Sul e Florianópolis, Jair soma agora ao seu currículo a experiência de ter atuado nos últimos anos como assessor parlamentar, oportunidade esta que o colocou diante de projetos que poderão inspirar, localmente, iniciativas e proposições para diversos segmentos.

“A política foi a forma que encontrei de estar perto das pessoas, de conhecer melhor as suas reivindicações e dificuldades e tentar contribuir de alguma forma.  Por isso, sou defensor da realização de grandes investimentos em saúde e habitação. Nossa gente precisa disso”, arrematou Jair Pedri.

Filiado ao PSD, Jair aguarda as convenções partidárias que definirão os candidatos ao pleito de 2020. Questionado sobre uma eventual candidatura a prefeito, vice ou vereador, se resume a dizer que ainda é cedo para decidir, mas não esconde o desejo de dar continuidade à sua trajetória política.     


Publicidade

Receba nossa Newsletter
Informe seu e-mail para receber as nossas novidades em primeira mão.
2003-2020 Revista Leia Mais
Hospedagem GETCON | Site By wAdvice