Boliviano que escapou vivo do desastre da Chape sobrevive a acidente de ônibus que matou mais de 20

GERAL há 7 meses

Um ônibus caiu cerca de 150 metros de um barranco na madrugada desta terça-feira (2) na Bolívia enquanto percorria a rota entre as localidades de Cochabamba e Ivirgarzama. Segundo a imprensa local, ao menos 21 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas.

Um dos sobreviventes é o técnico de aviação Erwin Tumiri. Ele é conhecido em seu país por haver estado a bordo do avião da empresa LaMia que se acidentou em 2016 na Colômbia com o time de futebol brasileiro Chapecoense.

Tumiri foi entrevistado por diversos meios de comunicação bolivianos. Ele se dirigia à cidade de Chimoré, onde trabalha, quando o ônibus caiu.

“O ônibus estava rodando, aí eu agarrei o banco da frente, sabia que íamos bater porque viajávamos em alta velocidade”, disse ele. Tumiri contou que o ônibus saiu por volta das 22h30 de segunda-feira e fez uma parada "estranha" logo depois.

Ele disse que o ônibus estava se deslocando muito rápido na hora do acidente e que as pessoas começaram a gritar, quando ele agarrou sua poltrona. "Continuei agarrado, não soltei até atingirmos o solo", contou.


Receba nossa Newsletter
Informe seu e-mail para receber as nossas novidades em primeira mão.
2003-2021 Revista Leia Mais
Hospedagem GETCON | Site By wAdvice